Sistema MG-050 deve receber 180 mil veículos no recesso de Tiradentes

Wednesday, April 15, 2015


O Sistema MG-050/BR-265/BR-491 deverá receber cerca de 180 mil veículos durante o recesso de Tiradentes. De acordo com a Concessionária Nascentes das Gerais, responsável pela administração e operação da via, a movimentação fica mais intensa a partir desta sexta-feira (17/4), quando 44 mil veículos são esperados ao longo da malha viária. O outro pico de movimentação é esperado na terça-feira (21/4), com 40 mil veículos.

O gestor de operações da Nascentes das Gerais, Marcelo Aguiar, informa que a concessionária reforçará o número de colaboradores na operação dos guinchos, no Centro de Controle Operacional (CCO), viaturas de inspeção e praças de pedágio. Em caso de incidente na rodovia, que liga Juatuba, na região metropolitana de Belo Horizonte, a São Sebastião do Paraíso, na divisa de Minas Gerais com São Paulo, o telefone 0800 282 0505 está preparado para receber chamadas 24 horas.

Em virtude das obras de duplicação, Aguiar reforça o pedido para que os motoristas obedeçam à sinalização existente nos pontos que recebem intervenções, como em Mateus Leme e Piumhi. Além disso, há obras no trevo da MG-050 em Itaú de Minas. 

Para realizar a viagem, Aguiar lembra da importância de se fazer uma manutenção preventiva no veículo, principalmente levando em consideração que há previsão de pancadas de chuva para o período. “Os motoristas devem verificar o estado dos pneus e das palhetas do para-brisa para não serem surpreendidos no momento da chuva”, afirma.

 

AB Concessões I Nascentes das Gerais

A Concessionária Nascentes das Gerais pertence à AB Concessões S/A, que nasceu da união do Grupo Italiano Atlantia (controlador) – um dos maiores em concessões rodoviárias do mundo e do Grupo Bertin. Entre as principais companhias de concessão de rodovias do Brasil, a AB Concessões administra mais de 1.500 quilômetros de rodovias, sendo responsável pelas concessionárias paulistas Triângulo do Sol (100%), Rodovias das Colinas (100%) e Rodovias do Tietê (50%) e, no Estado de Minas Gerais, a Nascentes das Gerais (100%).