AB Nascentes das Gerais simula acidente e resgate com produtos perigosos

Tuesday, June 4, 2019


A concessionária AB Nascentes das Gerais realizou nesta sexta-feira (07/06), mais um simulado de acidente com produtos perigosos na marginal oeste da MG-050, altura do km 129, região de Divinópolis.

O objetivo do treinamento é aperfeiçoar as técnicas das equipes envolvidas, para que em uma situação real elas consigam trabalhar em sincronia. O cenário montado simulou as características de um acidente real, na qual foram testados procedimentos e equipamentos, minimizando os riscos de um acidente com produto perigoso, vítimas e danos ao meio ambiente. Durante a simulação, o Centro de Controle Operacional (CCO) da concessionária acionou o Corpo de Bombeiros Militar, as Polícias Militar Rodoviária e do Meio Ambiente.

De acordo com o gerente de Operações da AB Nascentes das Gerais, Marcelo Aguiar, o simulado de acidente com produto perigoso é importante para promover ainda mais a integração entre a concessionária, as Polícias Militar Rodoviária e Ambiental e o Corpo de Bombeiros. “Exercícios desta natureza, demonstram a importância do aprimoramento do trabalho entre as equipes envolvidas, o que reflete em melhorias de serviço para os usuários da MG-050”, pontua. 

Para o tenente Tulio, do 10º Batalhão do Corpo de Bombeiros de Divinópolis, o simulado é uma oportunidade para alinhar procedimentos de atendimento de ocorrências na rodovia. Já para o tenente da Polícia Militar de Meio Ambiente, Adriano Nunes Amaral, o treinamento é essencial para que haja sincronismo no atendimento, com um suporte mais rápido no atendimento às vítimas de acidente, e na contenção de cargas perigosas e no reparo imediato no que tange ao meio ambiente. Também presente no evento, o sargento da PMRv, Marcos Antonio de Faria, avaliou que a operação de treinamento foi positiva, já que permite atualizar as ações conjuntas entre as equipes envolvidas. 

O simulado está dentro do Plano de Segurança Rodoviária (PSR) que a AB Nascentes das Gerais elabora anualmente. Este estudo é feito por profissionais especializados, que promovem treinamentos e melhorias em eventuais pontos críticos de acidentes. O treinamento também integra o Plano de Gestão Ambiental (PGA) da concessionária.